Tag Archives: Cadeiras

IST_2012_simbolo_thumbnail

RC – Redes de Computadores

Dificuldade

Média

Carga horária

Gastei no total  50h (em média: 2h/semana)

O que se aprende?

Aprenderás, obviamente, os conceitos básicos e fundamentais das redes de computadores e da Internet. Também estudarás inúmeros protocolos básicos e ainda segurança em redes. Nos laboratórios irás aprender a usar o Wireshark e aplicar os vários conceitos dados nas aulas teóricas.

Devo comprar o livro?

Não é necessário, os materiais fornecidos (slides das teóricas e exercícios práticos) são mais que suficientes para perceberes a matéria dada.

Dicas

Não deixes de ir às aulas teóricas, pois aí dás os fundamentos para poderes realizar os laboratórios e o projeto em Java com sucesso.

Recursos

Página da cadeira

Teóricas, exercícios e testes @SHELF (cortesia: NEERCI)

Download Wireshark

MOOC – Computer Networks (@Coursera)

IST_2012_simbolo_thumbnail

ES – Engenharia de Software

Cursos

LEIC & LETI

Dificuldade

Alta

Carga horária

No meu caso, gastei no total 56 h (em média: 4 h/semana)

O que se aprende?

Engloba toda a matéria relativa ao desenvolvimento de software: boas práticas de programação, desenvolvimento de código de qualidade, gestão de grupos de trabalho, organização e divisão de tarefas, interação com o cliente, verificação e validação de software. No projeto aprendemos a trabalhar com a FénixFramework para termos persistência no projeto, GWT (Google Web Toolkit) para realizarmos uma interface web, testes jUnit para verificação das funcionalidades do projeto.

Devo comprar o livro?

Na minha opinião os livros sugeridos são bons para quem gostar de ler e saber mais acerca de Engenharia de Software, no entanto, não os considero essenciais para realizar a cadeira com sucesso.

Dicas

A principal dica para um bom aproveitamento na cadeira é a constituição de um grupo forte e trabalhador devido às horas necessárias para fazer o projeto. Quanto à parte teórica, dado ser muita matéria talvez seja útil fazer resumos semanais do que é lecionado nas aulas teóricas.

Recursos

 Teóricas, práticas, testes @SHELF (Cortesia: NEERCI)

Escrito por Nuno Mourão

IST_2012_simbolo_thumbnail

SD – Sistemas Distribuídos

Cursos

LEIC & LETI

Dificuldade

Alta

Carga horária

No meu caso, gastei no total 70 h (em média: 5 h/semana)

O que se aprende?

Engloba muitos dos temas relacionados com Sistemas Distribuídos. Segurança, Tolerância a Faltas e Escalabilidade são os problemas mais abordados. Aprendem-se formas de fazer Sistemas Distribuídos que comunicam usando algumas das metodologias mais conhecidas: SUN RPC, JAVA RMI, CORBA e também Web Services. Por norma, os laboratórios da disciplina incidem sobre os primeiros, sendo os Web Services remetidos para o projeto. Este consiste na realização de um Sistema Distribuído que implemente algumas das matérias lecionadas e referidas anteriormente. O Projeto ajuda a aprender a matéria da cadeira.

Devo comprar o livro?

Não considero o livro essencial para a realização da cadeira. No entanto, para quem pretender uma nota alta e aprender  mais sobre o tema, o livro é altamente recomendável. A granularidade dos temas presentes no livro é muito elevada, permitindo perceber ao pormenor todas as matérias lecionadas.

Dicas

Formar um excelente grupo de trabalho. Um mau grupo de trabalho representa, desde cedo, a reprovação à cadeira. O projeto é demasiado grande e complexo para ser feito por 1 ou 2 alunos. Por mais que se esforcem, será demasiado difícil acompanhar SD bem como todas as outras cadeiras caso o resto do grupo não trabalhe. Nunca optar por ter 1 elemento ou dois para encher ou fazer número. Isto penalizará os resultados obtidos, sem qualquer margem de dúvida.

No caso da matéria teórica penso que reservar uma semana de estudo para cada teste é mais do que suficiente para obter aprovação. O primeiro teste depende fortemente do entendimento da matéria dos laboratórios. Fazer os laboratórios honestamente reduz exponencialmente o tempo de estudo necessário. O segundo teste necessita mesmo de muito estudo teórico.

Escrito por André Machado