Tag Archives: memória

AnkiLogo

Ferramenta para decorar matéria e exercitar a memória

É sabido que se quiseres decorar algo precisas de repeti-lo várias vezes. Decorar datas, nomes, capitais, fórmulas, já todos passámos por isso. Agora tens uma ferramenta para te facilitar o processo: ANKI.

O funcionamento é muito simples e é baseado nos cartões Pergunta-Resposta. Para utilizar basta criar um “cartão” com a resposta que queremos fixar e a respectiva pergunta ou alguma pista que nos leve à resposta. Podes criar quantas quiseres e formar assim um “baralho” e dar-lhe um nome. Podes até partilhar estes baralhos com os teus colegas.

Quando terminares de criar os teus cartões podes praticar:

  1. O ANKI mostra-te a pergunta;
  2. Tu dizes a resposta em voz alta;
  3. Clicas em “Mostrar resposta” e confirmas se acertaste;
  4. Por fim classificas a dificuldade que tiveste em responder.

O fantástico desta (aparentemente) simples aplicação é que ela adapta-se às tuas dificuldades. Aquelas perguntas que tu classificaste como difíceis vão ser perguntadas mais frequentemente do que as que fáceis. E quanto mais vezes classificares uma pergunta como fácil mais tempo vai demorar até ser perguntada outra vez (podendo ir de dias até meses). Além disso ainda te permite ver estatísticas do teu desempenho.

Site oficial: http://ankisrs.net

Exercício mental

Aprende o que quiseres em 4 passos

Aprender algo novo é tão simples como descobrir como se faz e praticar, silenciosa e persistentemente, até sair bem. Diz-se que o cérebro é como um músculo. Como tal pode ser treinado e fortalecido através de estímulos regulares.

Exercício mentalTanta gente há que se inscreve no ginásio no início do ano com o desejo de tonificar o corpo. De
pois apercebem-se que isso envolve dúzias de flexões e abdominais, vezes e vezes sem conta. O esforço necessário e a falta de resultados imediatos cria desmotivação e muitos fartam-se e desistem. Precipitaram-se.

Aprender algo novo é como o desporto. Vai requerer esforço da tua parte, motivação e principalmente persistência. É um investimento a longo prazo, por isso não esperes resultados rápidos. Aqui ficam 4 dicas para aprenderes o que quiseres:

1) Procura o conhecimento

Hoje em dia não há desculpa para não encontrar a informação que pretendemos. Wikis, fóruns, Q&A sites, até mesmo sites pessoais, todos com informação preciosa e gratuita sobre praticamente tudo. Se podes pagar então podes optar por livros ou ainda frequentar um curso prático ou comprar um online (recomendo Lynda.com pela sua variedade e qualidade).

2) “Seja responsável, aprenda com moderação”

Lá porque podes aprender tudo não quer dizer que o devas fazer. Não percas tempo a aprender algo que não te vai ser útil. Se precisas de resolver um problema específico então aprende apenas o suficiente para resolver o problema, não explores o assunto a fundo (a menos que te interesse e que prevejas alguma utilidade).

3) Arranja tempo para praticar regulamente

É aqui que te vais esforçar e gastar as tuas energias. Pratica aquilo que leste ou aprende praticando! Até vais sentir as tuas conexões cerebrais a crescerem! Dependendo do tempo que tens disponível e do quanto te queres empenhar, algo entre uma hora por dia ou duas horas por semana deve chegar. Podes achar difícil manteres-te motivado, por isso vais adorar a próxima dica…

4) Cria um projeto!

Simples e eficaz, a melhor maneira de aprenderes algo novo é tornar essa experiência num projeto empolgante. Os especialistas concordam que é mais fácil aprendermos quando temos um motivo, um objetivo que queremos muito atingir. Por exemplo, eu queria aprender a fazer páginas web usando HTML por isso decidi criar uma página pessoal para expor as minhas fotos. Resultado: aprendi HTML e ainda fiquei com as minhas fotos expostas numa página espetacular.

Uma última nota, sê eficaz. Demasiadas vezes alguém (diz que) quer aprender a fazer documentários e vai à loja comprar um enorme livro para principiantes sobre como fazer documentários. O que na realidade ele devia fazer era arranjar uma câmara e começar a filmar e a experimentar. Aprende-se sempre melhor ao fazer.

Um especialista é uma pessoa que já vez todos os erros possíveis na sua área de especialidade. - Niels Bohr

…e ninguém comete erros a ler um livro.

Fonte: http://adamwestbrook.wordpress.com/2012/02/06/you-can-learn-anything-and-why-you-should-entrepreneurial-journalism-adam-westbrook/